Pandemia e a importância das boas práticas de fabricação

Muito se fala atualmente dos cuidados higiénicos que devemos ter para o combate da pandemia de COVID -19, entre eles a higiene constante das mãos, uso de máscaras de proteção e distanciamento social.

Tão importante quanto o cuidado pessoal, os cuidados na fabricação e manipulação de alimentos devem ser redobrados em períodos de crise pandémica. Para instruir e alertar as empresas a Anvisa publicou duas notas técnicas a respeito do assunto.

As notas técnicas 18/2020  (que dispõe das boas práticas de fabricação e manipulação de alimentos) e 23/2020  (que aborda o uso de luvas e máscaras de segurança) foram publicadas pela Anvisa, direcionadas às empresas de alimentos a fim de promover um regulamento para a segurança dos trabalhadores durante a pandemia de COVID-19.

Um dos principais pontos das notas é a importância da higiene das mãos e dos ambientes de trabalho, incluindo equipamentos e utensílios, e também o controle da matéria-prima e transporte dos produtos. Além disso são abordadas orientações sobre a avaliação de saúde dos trabalhadores, conduta pessoal, distanciamento físico e divisão de turnos.

De acordo com as informações, o uso de luvas, máscaras e óculos ou qualquer outro equipamento de proteção individual (EPI) não substitui os cuidados básicos de higiene, como a lavagem frequente e correta das mãos.

A Anvisa esclarece também que o uso de luvas e máscaras não é obrigatório, dependendo do tipo de empresa e da manipulação que é feita do alimento, desde que a higienização dos ambientes, utensílios e pessoas esteja absolutamente correta.

Caso a empresa adote o uso de luvas e máscaras, ela também deve reforçar medidas de substituição e higiene desses equipamentos, para evitar a contaminação de alimentos.

Para a avaliação de saúde dos trabalhadores é importante a supervisão diária dos responsáveis pela produção aos seus subordinados, com o intuito de buscar sintomas não desejáveis, que, se encontrados, devem ser tratados e o trabalhador se afastar, de acordo com as recomendações.

Importante também a empresa avaliar as práticas já adotadas para verificação da necessidade de reforço nas condutas e até mesmo na implementação de novos procedimentos.

Mais do que nunca, os procedimentos relacionados às Boas Práticas de fabricação são relevantes para garantia da segurança sanitária de alimentos, dos produtos relacionados e dos trabalhadores.

 

 

Leave a reply

Bitnami